27/04/2021

Curiosidades: Cobra píton fêmea ataca cuidador no rosto para proteger ovos

As cobras pítons fêmeas põem até 100 ovos, que são chocados de dois a três meses. Para mantê-los aquecidos, elas contraem e estremecem os músculos.


As cobras pítons fêmeas põem até 100 ovos, que são chocados de dois a três meses. Para mantê-los aquecidos, elas contraem e estremecem os músculos.

O apanhador de cobras profissional Jay Brewer quase foi picado por uma cobra Píton (Python) no rosto, na Califórnia, nos Estados Unidos. O fundador do Reptile Zoo, loja de animais que acabou se transformando em zoológico especializado em répteis, escapou graças a aba do seu boné.
Segundo o NDTV, a cobra fêmea deu o bote para proteger sua ninhada de ovos. Brewer compartilhou o acontecimento em um vídeo em seu Instagram. "Perto demais para meu conforto", escreveu o profissional na legenda.

No registro, é possível ver uma cobra gigante enrolada em uma caixa, e quando o cuidador desvia o olhar por poucos segundos, o animal já ataca. Ele consegue desviar rapidamente e diz: "Uau! Atacou assim que meus olhos se desviaram dela".

"Viu como essa cobra é inteligente? No segundo que eu desviei meus olhos, ela soube que eu não estava pronto para desviar", explicou.

O vídeo repercutiu e já alcançou mais de 1 milhão de curtidas. Nos comentários, internautas ficaram chocados com o que aconteceu.

As cobras pítons fêmeas põem até 100 ovos, que são chocados de dois a três meses. Para mantê-los aquecidos, elas contraem e estremecem os músculos. Cobras dessa espécie podem chegar a ter até 10 metros de comprimento, e tornam-se mais agressivas quando se sentem ameaçadas.

+ Notícia: Ex-presidente Lula toma 2ª dose da vacina contra o coronavírus em São Bernardo do Campo

+ Notícia: Tatá Werneck, Mônica Martelli e famosos pedem orações para Paulo Gustavo

+ Notícia: Governo do Rio inaugura hospital para tratar pacientes com covid-19

+ Notícia: Agnaldo Timóteo morre vítima da Covid-19 aos 84 anos

Fonte: noticias ao minuto Fotos: Divulgação