Cinco animais que não costumam atacar humanos

O tubarão é certamente um dos animais que mais sofrem com uma propaganda ruim


ator: https://www.megacurioso.com.br/ O caso de uma sucuri-verde morta por moradores de um pequeno município do Amazonas ganhou destaque nas redes sociais na última semana. Embora seja um animal bastante comum na região, muitas pessoas desconhecem que esta espécie oferece pouco risco para os humanos. Seja por filmes ou por lendas populares, as sucuris ainda são vistas como animais extremamente perigosos, quando, na verdade, não é bem este o caso.

E não são apenas estas cobras que possuem uma má reputação. Existem vários animais que ficaram conhecidos como predadores vorazes, que podem até devorar humanos, sendo que na maioria das situações, eles preferem evitar o contato. Abaixo, listamos cinco deles!





1. Tubarão
O tubarão é certamente um dos animais que mais sofrem com uma propaganda ruim
O tubarão é certamente um dos animais que mais sofrem com uma propaganda ruim. Não apenas pelo clássico filme de Steven Spielberg, mas também pela divulgação exagerada feita pela mídia após um ataque.

De fato, eles podem atacar seres humanos e o resultado pode ser fatal, mas de maneira geral eles preferem evitar isso. Para se ter dimensão, em 2020 foram registrados apenas 52 ataques, sendo que 10 foram fatais. Humanos não são presas naturais dos tubarões, por isso a maioria dos ataques acontecem quando eles nos confundem com alguma presa.

2. Puma
Cinco animais que não costumam atacar humanos
Puma, leão da montanha, cougar, jaguaruna, suçuarana, leão-baio, onça-parda ou onça-vermelha... Esse grande felino tem todos esses nomes por um motivo: ele está presente em todo o continente americano, desde a patagônia argentina, até o sul do Canadá. Com uma abrangência tão grande, não é muito difícil encontrá-lo ao fazer uma caminhada em alguma trilha.

E mesmo sendo um predador eficiente, desde 1890, foram registradas apenas 25 mortes humanas por ataques de puma. Hoje, a maioria dos contatos entre estes animais e humanos acontece quando eles são avistados em fazendas, atrás de uma presa, dado que seu território tem constantemente diminuído.

3. Gavial
sofrem com uma propaganda ruim
Este simpático parente dos crocodilos é vítima da fama ruim dos seus primos mais agressivos. Porém, o gavial é um réptil bastante inofensivo. O seu focinho, longo e estreito, chama bastante atenção e pode parecer perigoso mas, na verdade, as mandíbulas finas do gavial são frágeis e incapazes de consumir um animal grande.

Eles são adaptados para caçar pequenos peixes, sapos e insetos, e preferem evitar totalmente as pessoas, embora isso não impeça que eles sejam considerados uma ameaça. Por isso mesmo, esse animal é criticamente ameaçado de extinção.

4. Arraia
Cinco animais que não costumam atacar humanos
Em 2006, Steve Irwin, conhecido como O Caçador de Crocodilos, morreu tragicamente após ser picado no peito por uma arraia. Isso acabou impulsionando uma lenda de que esses peixes são agressivos e podem nos atacar. Mas esta tragédia foi um grande acaso.

As arraias são criaturas passivas que só picam quando se sentem ameaçadas e, mesmo assim, são responsáveis apenas por uma a duas mortes humanas por ano, em média. Vale lembrar que a cauda das arraias contêm veneno, e mesmo que raramente mate, ele causa uma dor muito forte.

5. Urso
Cinco animais que não costumam atacar humanos
Os ursos não são animais muito amigáveis, mas isso não significa que eles sejam assassinos vorazes de humanos. Na maioria dos casos, os ursos preferem nos evitar, atacando apenas quando se sentem ameaçados — por isso, se você encontrar um, não tente se aproximar.

Outro detalhe é que das oito espécies de ursos, apenas duas são consideradas mais agressivas: o urso-polar e o urso-pardo (que pode medir mais de 3 metros e é considerado o maior carnívoro terrestre). Fonte: https://www.megacurioso.com.br/ Fotos: Divulgação

Leia também